"Terra de Ninguém" | Abertura do projecto

November 03, 2015  •  Leave a Comment

"Então, que tal a abertura do projecto "Terra de Ninguém"'" -

"Foi espectacular, pá!", respondi. "Tive a companhia dos pássaros que ainda ao início da tarde adornavam as paredes da sala que nos foi atribuída (eram de papel mas, vá lá, há companhias piores). Os responsáveis pelo espaço não compareceram ou enviaram qualquer cumprimento - compreensível, não fossem ruborizar de vergonha pela ausência de qualquer comunicação em torno do evento -, os artistas participantes também não puderam comparecer pois tinham outros afazeres - compreensível, afinal isto de subsistir enquanto autor obriga a muitas obrigações e malabarismos, não é?. Os amigos também não deram sinal de vida - compreensível não é? afinal nem se quer havia beberete e comedoria...".
"Que chato, não é?!"
"Nada disso. Diverti-me imenso a medir e a fotografar o espaço e a montar as mesas do "Cowork Mondego" e, como bónus, ainda bebi um belo Capuccino. E bom, em abono da verdade, também escapei às conversas de circunstância e outras preciosidades afins. Foi a "abertura" do ano, garanto-te".

Coimbra (no hotel frente ao Museu da Água pois a internet local não está a funcionar), 3 de Novembro de 2015


Comments


Archive
January February March April May June July August September October November December (1)
January (1) February March April May June (1) July August September October November December
January February March April May June July August September October November December
January February March April May June July August September October November (2) December
January February March April May June July August September October November December
January February March April May (1) June July August September October November December